06/02/2013

Tipos de loiro

 
Sabemos que existem diversas tonalidades de loiro. Mas sempre queremos aquela impossível, certo? Certíssimo. Então vamos a mais uma saga. Eu já estava satisfeita com a cor dos meus cabelos. Mas com o passar do tempo eles escureceram. O que aconteceu? Bom, eu retoco as minhas luzes de 3 em 3 meses. Nem sempre sou assídua, às vezes deixo passar 4 meses. No início do ano passado fiz as luzes como sempre faço e clareei o restante com tonalizante. Fiz isso umas duas vezes seguidas. Mas depois disso decidi abrir mão do tonalizante pra deixar o fundo natural. Com o tempo a parte do tonalizante foi escurecendo, até ficar da cor marrom. Peço que não reparem na raiz, pois essa foto foi antes de fazer o retoque. 



O que aconteceu exatamente eu não sei. Mas, como vocês podem ver, já estava quase morena. Sempre que retoco as luzes faço somente na raiz, pois assim não agride o restante dos fios. Mas dessa vez tive que puxar as luzes em todo o comprimento. Puxei tanto que nem me reconheci. Resultado: fiquei loiríssima. 


Fotochei linda a cor, um platinado e tanto. Porém, como já não estava tão acostumada com o loiro total, pedi que puxasse uns fios do tom natural do meu cabelo. (Isso uns dias depois, é claro. Afinal, seria muita química em um dia só).



Embora não tenha feita tannnnnnnta diferença, fez A diferença necessária. Agora está do jeito que eu gosto. Amei!!!! Bom, conclusão de tudo isso: o tonalizante é interessante quando se tem uma manutenção mensal. No meu caso não foi uma boa ideia, já que minha manutenção é trimestral. De qualquer forma, tem sempre uma nova ideia surgindo pros loiros. Então, até breve.
Postar um comentário